como criar um jogo

Você está querendo aprender como criar um jogo absolutamente do zero? Então continue comigo neste artigo.

O mercado de games é um dos poucos que não foi afetado pela crise. Aliás, ele está crescendo mesmo em um momento de retração econômica.

E se você acha que para entrar nesse nicho precisa ter uma grande equipe, está completamente enganado.

Com o desenvolvimento tecnológico, hoje não é mais necessário ter uma grande equipe para produzir jogos fantásticos.

Há os chamados desenvolvedores indies, que sozinhos conseguem fazer jogos pra lá de divertidos. Mas, claro, tudo depende do tamanho do projeto e da complexidade do jogo.

É notório a evolução dos jogos, e com a popularização dos smartphones, eles estão sendo mais acessados do que nunca.

Sabe o que isso significa? Que há um mercado fantástico esperando por você. Ou seja, se você sempre sonhou em ser um desenvolvedor de jogos, a hora é agora.

Vamos então falar um pouco mais sobre como criar um jogo e se tornar um desenvolvedor Indie, vem comigo.

Tenha uma ideia e faça um planejamento

Tenha uma ideia e faça um planejamento

Bom, se você quer saber como criar um jogo, o primeiro passo que precisa é ter uma ideia.

Sem uma ideia clara e definida, dificilmente você vai sair do lugar. Você precisa nesse momento pensar no propósito do jogo.

Esse é um dos principais passos para saber como criar um jogo, saber quais serão os objetivos, como será o personagem, quais serão as dificuldades por ele enfrentadas, dentre outros detalhes.

Pegue uma caneta e um papel, e coloque na ponta do lápis a sua ideia. Isso mesmo, esse é o momento para rascunhar tudo o que vier na sua cabeça.

Depois que sua ideia estiver no papel, você precisará criar um planejamento do jogo. Esse planejamento consiste basicamente em três etapas:

  • Mecânica do jogo;
  • Narrativa do jogo;
  • Tecnologia do jogo.

Vamos então mostrar como criar um jogo e como é possível fazer um planejamento em cada uma dessas etapas.

Planejando a Mecânica do jogo

A mecânica consiste em como o jogo irá funcionar e quais serão as regras de jogabilidade dele.

O primeiro passo, portanto, é saber qual será a categoria do game que pode ser ação, estratégia, aventura, RPG, esportes, corrida, simulação, tabuleiro, dentre outras tantas possibilidades.

Após escolher a categoria fica mais fácil definir as regras do jogo, as fases que ele terá bem como o objetivo principal dele.

Além disso, é preciso pensar se o jogo será online ou offline, se será single ou multiplayer, dentre outros detalhes.

Lembre-se: o que faz um jogo ser divertido e viciante é a mecânica dele.

Então, pense em vários detalhes para deixar o jogo bastante legal, daqueles que a pessoa começa a jogar e não quer mais parar.

Quer se tornar um desenvolvedor de jogos profissional? Confira esse curso que separamos para você!

Acesse o Curso Clicando Aqui

Narrativa do jogo

Aqui é onde está também um dos fatores fundamentais do seu jogo. Afinal, um jogo de sucesso precisa ter uma história envolvente por trás dele.

Na narrativa você vai definir a história central do jogo e detalhar o enredo. Ou seja, aqui você terá que definir:

  • O personagem principal que será o protagonista;
  • Vilão ou vilões que serão os antagonistas;
  • Alguns personagens secundários que enriquecem a história;
  • O cenário onde se passará o jogo;
  • O tempo onde passa o jogo, se é no passado, no presente ou no futuro.

Um detalhe interessante é que os finais não precisam ser necessariamente iguais. Dependendo da estratégia do jogador ele pode cair em um ou outro final.

Isso também fica a critério do desenvolvedor de jogo. Lembre-se que a ideia não precisa ser mirabolante, aliás, quanto mais lógica ela for, melhor.

Entendendo a Tecnologia do jogo

Agora que você já planejou a mecânica e a narrativa do jogo, chegou o momento de pensar na tecnologia que será usada para desenvolver seu game.

Nessa hora você precisa pensar se o jogo será em 2D ou 3D, sobre qual linguagem de programação você tem mais facilidade para trabalhar bem como as plataformas que o jogo irá rodar.

Hoje em dia com as game engines disponíveis no mercado, não é necessário ser um expert em programação para desenvolver um jogo.

No entanto, é fundamental escolher a tecnologia certa para não precisar ter que fazer tudo novamente depois.

Torne-se um verdadeiro desenvolvedor sênior de jogos. Conheça esse curso fantástico que separamos para você!

Clique Aqui e Conheça o Curso

Escolha uma Game Engine

Escolha uma Game Engine

Como dissemos anteriormente, escolher a Engine certa fará com que você tenha a melhor experiência no momento de desenvolver o seu jogo.

Para isso é preciso levar em consideração algumas questões, dentre elas se o seu jogo será em 2D ou 3D.

Afinal, nem todas engines permitem a criação de jogos em 3D. Além disso, cada uma dá um suporte para uma determinada linguagem de programação.

Há algumas inclusive onde não é necessário nem saber programar. Dentre as engines mais conhecidas estão:

Então, basta escolher a que você tem mais afinidade e começar.

Comece a programar

Comece a programar

Como dissemos, existem diversas linguagens de programação que você pode desenvolver o seu jogo.

As mais usadas são o JavaScript, C#, C++, Java e Python. Mas há também as game engines que possuem sua própria linguagem.

Se você não entende muito de programação, é possível desenvolver o seu jogo também. A Gamemaker por exemplo possibilita a criação de jogos somente arrastando blocos.

Enfim, escolha a linguagem de programação que você tem mais facilidade e então comece a execução do seu game.

Quer saber mais sobre como criar um jogo? Não deixe de conferir esse curso fantástico que separamos para você.

Tenha Acesso ao Curso Clicando Aqui

Faça testes e mais testes

Faça testes e mais testes

Antes de lançar o seu jogo, é preciso fazer testes e mais testes para saber se ele realmente está do jeito que você imaginava.

Nessa etapa é importante jogar bastante, ver se o jogo tem algum bug ou qualquer outro problema inesperado.

Você também pode pedir para um amigo ou parente testar o jogo para ver uma opinião diferente da sua.

Corrija os erros e leve em consideração todo o feedback que receber pelo jogo. Pense: quanto mais tempo você perder aqui, melhor.

Então, antes de lançar o seu jogo e divulgá-lo, teste-o bastante.

Para que você melhore ainda mais, separamo um curso que vai te deixar de queixo caído. Confira!

Curso Completo Clicando Aqui

Publique e divulgue o seu jogo

Publique e divulgue o seu jogo

Com o jogo pronto, chegou o momento de publicá-lo. Se ele for para smartphone, publique no Play Store e no App Store.

Você pode colocar o seu jogo de graça com algumas limitações e ganhar com o desbloqueio dessas limitações.

Ou então você poderá cobrar pelo seu jogo também. Caso ele seja inteiramente gratuito, é possível ganhar com anúncios do Google dentro dele.

Se o jogo for pra PC, você pode publicar no Steam. Isso independente se você for cobrar por ele ou não.

Após publicá-lo, divulgue o jogo nas redes sociais. Fale com seus amigos, crie um perfil no instagram, uma página no facebook, um blog.

Enfim, use todas as armas do marketing digital para alavancar o seu jogo. Agora é só arregaçar as mangas e começar.

Quer aprender mais sobre como criar um jogo? Então não deixe de conferir esse super curso que vai te ensinar tudo o que precisa para começar a criar o seu próprio game. Confira.

Não Perca Tempo! Clique Aqui e Acesse o Curso

Sobre o Autor

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *