Se você é um desenvolvedor de jogos certamente já ouviu falar em Game Engine. Se está começando nessa área, você precisa urgente saber mais sobre o assunto.

Não sei se você já notou, mas quando você joga um jogo pelo smartphone, console ou PC, há diversos movimentos e comportamentos que norteiam os personagens.

Já reparou como eles se encaixam em uma cena do jogo?

Você pode até acreditar que é bastante complicado juntar tudo isso, mas com o surgimento das Game Engine essa tarefa ficou bem mais fácil e prazerosa.

Tanto desenvolvedores indie quanto grandes empresas usam Game Engine para produzir jogos para diversas plataformas diferentes.

Vamos então, falar um pouco mais detalhadamente sobre o que é Game Engine e como você faz para escolher as melhores.

O que é uma Game Engine

O que é uma Game Engine?

Game Engine significa motor do jogo. Ou seja, é um programa capaz de juntar e construir todos os elementos de um jogo em tempo real.

Um Game Engine inclui motor gráfico que tem como finalidade renderizar gráficos em 2D e 3D e também motor de física para detectar colisões e fazer animações.

Fora isso, uma Game Engine dá suporte para sons, inteligência artificial, programação, dentre outras tantas opções.

Falando em português claro: por meio de uma Game Engine você consegue criar um jogo absolutamente do zero.

Isso é simples, e dependendo do motor do jogo você pode desenvolver diversos estilos com bastante facilidade. 

Se até meados deste século era necessário uma grande equipe para desenvolver um jogo, agora graças aos motores de jogo, você pode desenvolver sozinho um game pra lá de maneiro.

Qual Game Engine escolher?

Como existem muitas opções de Game Engine hoje em dia no mercado, nem sempre é fácil fazer uma escolha sem ficar em dúvida.

No entanto, é necessário que você avalie algumas características da Game engine para escolher a que melhor se adapta ao projeto que você pretende desenvolver.

Uma das características principais que precisa ser levada em consideração é a funcionalidade da engine.

Afinal, algumas permitem criar somente jogos em 2D enquanto que outras já permitem a criação em 3D.

Umas oferecem tratamento de física enquanto que outras não. Algumas mais completas exportam o jogo para qualquer plataforma enquanto outras apenas para web.

Também é preciso avaliar a facilidade de manuseio da engine. Algumas mais simples são voltadas para desenvolvedores iniciantes.

Existem outras, porém, que são feitas exclusivamente para desenvolvedores mais experientes. 

O valor da licença varia bastante também. Enquanto algumas custam alguns milhares de dólares, outras oferecem licença totalmente gratuita para os usuários.

A linguagem de programação é um outro ponto que precisa ser levado em consideração.

Pois existem engines que possuem linguagens em C#, C++, Java, JavaScript, Python, dentre outros.

Há inclusive Game Engine que tem uma linguagem de programação própria e outras que sequer exigem linguagem de programação.

Para facilitar a sua escolha, separamos então as 6 melhores engines para a criação de jogos. Vem comigo.

unity 3d

Unity 3D

Essa é uma das engines mais populares do mercado. Ela é usada tanto por desenvolvedores indie quanto por estúdio profissionais.

Nela é possível criar jogos tanto em 2D quanto em 3D. Além disso, ela conta com um editor visual das cenas e permite o uso da linguagem C# para programar a lógica do jogo.

Existe uma versão dessa engine que é gratuita e que possui quase todas as funcionalidades da versão paga.

O desenvolvedor pode inclusive vender os seus jogos feitos na versão gratuita, sendo que eles podem ser exportados para diversas plataformas como PC, smartphone e consoles.

Gamemaker

Gamemaker

Game maker, é uma engine conhecida pela facilidade do seu uso. Porém, ela só permite a criação de jogos 2D.

Um dos pontos interessantes desse motor é que você não precisa ter conhecimento em programação para fazer os seus jogos.

Basta saber um pouco de lógica e ir arrastando e soltando componentes. No entanto, para jogos mais elaborados ela também tem uma linguagem própria, a GML.

A licença custa US$ 39 por ano e ela permite exportar os jogos para diversas plataformas como PC, web, consoles e smartphone.

Unreal

Unreal Game Engine

A Unreal Engine é bastante usada para o desenvolvimento de games de plataforma, luta, MMORPG, dentre outros estilos.

Ela foi desenvolvida pela Epic Games que é a produtora do game Unreal.

A linguagem de programação permitido nessa engine é o C++ que é usada por grandes estúdios famosos.

Godot é bom

Godot Game Engine

A Godot é conhecida por ser uma Engine inteiramente gratuita e open-source.

Nela você também pode criar jogos tanto em 2D quanto em 3D por meio de uma arquitetura com base em nós e um editor visual.

Ela possui uma linguagem de programação própria, a GDScript que é baseada em Python. Mas também há suporte para outras linguagens como: C++ e C#.

Ela é compatível com diversas plataformas desktop como Windows, Mac e Linux e permite que os jogos sejam exportados para PC, web e smartphones.

rpg maker

RPG Maker Game Engine

O RPG Maker é uma engine voltada para a criação de jogos em 2D no estilo 16 bits.

Apesar de ser originária do Japão, hoje em dia ela possui versão em inglês e roda em qualquer PC com Windows.

Além disso, ela também oferece um editor visual baseado em tiles, com diversos gráficos prontos para serem usados.

O preço varia de versão para versão e vai desde US$ 19 até US$ 79. Nas versões mais completas é possível exportar os games para Windows, Mac, Android, iOS e HTML5.

Para customizar ainda mais as funcionalidades você pode usar a linguagem JavaScript nesse motor de jogo.

Agora que você já sabe quais são as melhores engines do mercado, é só escolher a sua e se divertir criando os seus jogos.

Na sua opinião qual é a melhor Game Engine? Deixe o seu comentário e compartilhe esse artigo nas redes sociais.

Sobre o Autor

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *